Projeto NUTRICAP vencedor do Food & Nutrition Awards 2015

CEB desenvolve tecnologia que permite aumentar o valor nutricional de produtos alimentares. O projeto “Nutricap” acaba de ser destacado com o prémio Food & Nutrition Award para a Investigação & Desenvolvimento numa cerimónia na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

A tecnologia encapsula compostos funcionais e bioativos (ex: vitaminas, antioxidantes) em pequeníssimas estruturas (micro e nano-hidrogéis) para as incorporar depois em alimentos. Para desenvolver estas estruturas são usadas proteínas do leite, conhecidas pelo elevado teor nutricional e pela capacidade de regular a circulação sanguínea e as atividades anti-inflamatórias e antitumorais. O Nutricap oferece à indústria alimentar a possibilidade de desenvolver produtos fortificados com antioxidantes, vitaminas e fitosteróis. “Os hidrogéis podem ser incorporados em sumos, iogurtes e cereais, por exemplo. A ideia é dar ao consumidor, cada vez mais exigente, produtos mais saudáveis e nutritivos”, realça o investigador Miguel Cerqueira, que teve a colaboração de Ana Bourbon, Ana Pinheiro, António Vicente, Hélder Silva e Philippe Ramos.

A incorporação de compostos bioativos na forma livre tem sido usada em alimentos para potenciar uma nutrição mais rica e suplantar eventuais deficiências nutricionais. No entanto, a interação com meios alimentares e a perda de bioatividade após a passagem pelo trato gastrointestinal tem levantado vários desafios. “O Nutricap, que usa proteínas do leite, permite incorporar compostos bioativos solúveis e insolúveis em água, funcionando como um veículo para a libertação controlada e localizada dos compostos, distinguindo-se por apenas recorrer a substâncias naturais e de grau alimentar”, esclarece. O potencial desta inovação para aplicação no mercado tem sido explorada pela Improveat, spin-off da UMinho sediada no SpinPark, nas Caldas das Taipas, Guimarães.
 
“É com grande satisfação que recebemos este prémio por parte de um agente mobilizador para a inovação no setor agroalimentar, como é o caso dos Food & Nutrition Awards. É demonstrador do excelente trabalho desenvolvido ao longo dos últimos anos pelo CEB e um incentivo muito importante para continuar a investigação neste âmbito”, diz Miguel Cerqueira.

O galardão foi atribuído na 6ª edição do Food & Nutrition Awards, em Lisboa. O evento tem como objetivo destacar as mais-valias do setor agroalimentar no que diz respeito à competitividade, investigação e empreendedorismo, salientando a importância das várias fases do setor. Nas quatro categorias a concurso – Investigação e Desenvolvimento, Serviço Inovação, Iniciativa de Mobilização e Produto Inovação –, foram apurados 23 finalistas, eleitos por personalidades reconhecidas a nível académico, científico e empresarial.

Miguel Cerqueira, de 33 anos, é natural de Ponte da Barca. Licenciado em Engenharia Biológica pela UMinho, desenvolveu o seu doutoramento em Tecnologia Alimentar na mesma instituição, o que lhe valeu o prémio de Tese de Doutoramento 2011, atribuído pela Escola de Engenharia. É investigador de pós-doutoramento no CEB e professor convidado do mestrado integrado em Engenharia Biológica. Tem estabelecido parcerias com outras universidades e centros de investigação, tendo passado pelas universidades de Aveiro, Cork (Irlanda), Vigo (Espanha) e Estadual de Campinas (Brasil). Em 2013, criou a spin-off Improveat, através da qual promove o desenvolvimento de produtos inovadores para a indústria alimentar. É autor de 120 publicações, foi distinguido com vários prémios e nomeado com o Young Scientist Award pela União Internacional de Ciência e Tecnologia de Alimentos.

Related: