Joana Azeredo: Usar vírus para desenvolver fármacos

90 s de Ciência: Ep. 249 Synphage - o projeto que usa vírus para desenvolver fármacos sintéticos
Synphage é um projeto que procura desenvolver fármacos sintéticos para o tratamento de biofilmes infeciosos. “Os biofilmes são agregados microbianos formados sobre superfícies nas quais os microrganismos aderem, agregam e produzem umas substâncias poliméricas que os revestem e os tornam extremamente resistentes aos antibióticos”, explica a investigadora.
O grupo de investigação tem vindo a testar algumas abordagens neste estudo, no entanto há uma que se verificou mais interessante e promissora: a utilização de bacteriófagos. “Os bacteriófagos são vírus que infetam especificamente bactérias e são extremamente seguros porque não têm qualquer interferência nas células humanas”, explica. Estes vírus podem ser encontrados no ambiente e é nas águas residuais que Joana Azeredo faz o isolamento dos bacteriófagos que utiliza no laboratório e que vão ajudar a combater os biofilmes infeciosos.
Agora “o que nós estamos a fazer é perceber de facto quais são as limitações dos bacteriófagos, a forma como eles interagem com as bactérias e de que forma podemos torna-los mais seguros e mais eficazes”, conclui.

Related Content