Recuperação de lamas de carbonatação

Investigador responsável: Prof. Nogueira da Rocha

Fonte desenvolvida pela FEUP, em projecto realizado conjuntamente com a RAR-Refinarias de Açúcar Reunidas (Engº Luís Bento) e a Universidade do Minho (Prof. Manuel Mota), uma técnica que permite recuperar lamas de carbonatação provenientes da refinação de açúcar e reutilizá-las no processo.

As lamas são tratadas a uma temperatura de 900ºC, num forno concebido para o efeito, sendo previamente desumidificadas num secador, que utiliza os gases quentes provenientes do forno.

Utilizando uma mistura de lamas incineradas e cal fresca (numa relação à volta de 70%-30%), obtém-se resultados idênticos aos obtidos unicamente com cal fresca. Verificou-se também que as lamas poderão ser reutilizadas três vezes, sem perda das suas propriedades.

Este processo, que pretende resolver o problema decorrente da produção de grandes quantidades de lamas de carbonatação através do seu tratamento e posterior reutilização, diminuindo assim o volume de residuos a serem rejeitados, foi, ainda apenas, desenvolvido à escala piloto.